15 Abr NAFA Ver Todas

A UEFA ordenou a repetição dos minutos finais do jogo de qualificação para o Euro 2015 de sub-19 de futebol feminino entre Inglaterra e Noruega devido a erro da árbitra Marija Kurtes.

No encontro, disputado sábado, a Noruega venceu por 2-1, depois de a árbitra ter invalidado o penálti marcado pela britânica Leah Williamson, já no período de descontos, por uma jogadora ter entrado na área de grande penalidade.

Apesar de as regras obrigarem à repetição do lance, Kurtes reatou o encontro, que terminou com a vitória norueguesa.

Foi originalmente escrito que a Noruega já se tinha qualificado mas o Comité de Controlo, Ética e Disciplina (CEDB) anunciou no dia 08 de abril que o jogo da Noruega frente à Inglaterra, a 04 de abril, seria repetido a partir do momento em que foi assinalada uma grande penalidade a favor da Inglaterra, que estava a perder por 2-1 nesse preciso momento.

A árbitra em causa foi mandada para casa e outra juíza apitou os minutos ainda por jogar em Belfast, palco dos jogos do Grupo 4.

Este é o vídeo que motivou a repetição do jogo:

A Inglaterra marcou nos 18 segundos da repetição do encontro decisivo com a Noruega e está qualificada para o Euro-2015 de sub-19.

Leah Williamson, defesa inglesa, teve nervos de aço e cobrou com êxito a grande penalidade que foi mandada repetir pela UEFA. Williamson marcou o penálti no sexto minuto de descontos, nos tais 18 segundos repetidos, garantindo assim a presença da Inglaterra no europeu de Israel, em julho, e afastando a Noruega, empatando com esta a 2 bolas.

E este é o vídeo da repetição do que restavam desse encontro aquando do erro:

 Fonte: MaisFutebol.iol.pt